Mais amor por favor


Pra quem passa a vida na estrada, se embrenhando em trechos que jamais imaginou passar, pega carro cansado de vôo e escala longa, poucas horas de sono, problema na cabeça, pra quem trabalha viajando alguma coisa pesa forte na consciência da gente quando pensamos na sorte que temos por simplesmente “escapar” todas as vezes.

Sabe-se lá em quantas estivemos perto. Uma estrada ruim, uma ultrapassagem que não dá pra voltar atrás, um motorista imprudente vindo de lá. Uma mãe destruída, um pai desolado, irmãos traumatizados, amigos sem rumo, pedidos de perdão não feitos, abraços não dados pela última vez.

A morte é o único bicho que me bota medo. Não a minha, mas a dos que amo. Tenho medo dessa dor, de enfrentar um mundo já tão difícil carregando um coração pesado.

“Mais amor por favor” não é frase feita de hashtag pra facebook, é um mapa simples pra gente não sofrer quando alguém partir sem aviso.

Temos pouco tempo até pra amar. Perder tempo odiando é o quê?
A vida é justa em não dar segundas chances.

Por. Jaqueline Naujorks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.