Festival promete colorir paulistanos no Parque do Ibirapuera em São Paulo

Com muito pó colorido os participantes celebram a chegada da Primavera


Uma festa milenar, nascida na Índia, com o intuito de celebrar a Primavera, chega ao Brasil. Um dia que mostra a cada pessoa o quanto podem estar unidas e alegres ao som de muita música e energia compartilhada. O parque do Ibirapuera, recebe no próximo sábado, dia 25, o Festival das Cores Holi.

O Festival que promete colorir os paulistanos que irão se reunir na platéia externa do Auditório Ibirapuera, localizado dentro do Parque do Ibirapura, em Moema, zona sul de São Paulo, traz uma festa tradicionalmente indiana, que é feita em comemoração da chegada da primavera.

Os organizadores do evento afirmam que na edição deste ano, os órgãos públicos estão dando mais atenção para o evento. Além de conseguirem a liberação do parque, eles afirmam ter apoio de patrocinadores interessados no projeto, via leis de incentivo à cultura.

Bruno Lambiasi, sócio-diretor da Verdi Produções, organizadora e detentora dos direitos autorais do Holi, cada conceito hindu deverá ser enaltecido e compartilhado pelo público durante as diversas explosões de cores que acontecerão no evento. O empresário justifica que, além de homenagear os 60 anos do parque, a escolha pelo Ibirapuera neste ano é pelo fato de o local ter melhor sinergia com a proposta da celebração, já que, diariamente, pessoas de todas as classes sociais convivem por lá. “Como o Ibira possui um grande fluxo dos mais variados públicos, esperamos que os momentos das explosões de cores do Holi, onde todos estarão completamente pintados por pó colorido, façam com que as pessoas se vejam como iguais e reflitam a importância de se compartilhar os sete chakras. O paulistano precisa entender de uma vez por todas que cada um nós é um agente transformador da cidade”, afirma.    

Para unir e engajar ainda mais os participantes no festival, diversas atividades multiculturais serão novamente disponibilizadas no evento, como yoga, meditação, mantras festivos hindus e música de diferentes gêneros, que vão desde o reggae até o eletrônico. Uma Jam Session com 25 renomados músicos e instrumentistas contemporâneos promete encerrar o Holi Festival das Cores com chave de ouro. “Selecionamos criteriosamente artistas que consigam compartilhar os sete chakras por meio de suas músicas”, comenta Lambiasi.

A entrada é gratuita. O evento está previsto para inciar às 10h da manhã com término previsto para às 17h. Porém ainda pode contar com apresentações surpresa. No site oficial do movimento pode ser feita a compra do kit de cores por R$ 48. O pó colorido dos organizadores é o único autorizado pelo Ministério da Cultura por ser orgânico. Participantes se reúnem através de um grupo no facebook

Confira abaixo a programação completa e vá se colorir:

Atrações:

10:00 – Yoga + Meditação Coletiva 
A Fundação Arte de Viver conduzirá esta primeira parte do evento.

11:00 “Bharatanatyam” Dança Clássica Indiana

O grupo Natyalaya é o primeiro Grupo de Dança Clássica Indiana do Brasil, traz alegria mantendo a tradição desta arte milenar.

11:15 “Bhajans e Kirtans” Música Clássica Indiana 
A International Society for Krishna Consciousness (ISKCON) mais conheci- do como “movimento hare-krishna”, presente no Holi 2013, traz os mantras tocados durante cerimônias e festas indianas, com instrumentos típicos e artistas consagrados no mundo.

12:15 TK and Nam Rock BR
Artista internacional presente na maio- ria das celebrações Holi pelo mundo, canta o que denominam “mantra rock”, um movimento proveniente dos anos 70, e com uma energia contagiante.
13:30 Xaxado Novo No primeiro momento de miscienação- cultural, um grupo de ritmos nordestinos traz o baião, nosso forró, o Xaxado.

14:30 Bloco Kaya na Gandaia 

O bloco de carnaval paulistano, com raízes baianas, traz o samba reggae em canções de Bob Marley, Gilberto Gil e outros grandes compositores.

15:15 DJ Convidado
Com misturas inusitadas, o DJ convidado promete um mix cultural remixados com bom gosto.
16:30 Jam Session Verdi + Atrações surpresas. Originária das famosas Jam Sessions no Museu Brasileiro da Escultura (MuBE), em São Paulo, cerca de 25 músicos da cena musical brasileira farão uma jam ao vivo, misturando repertório nacional e internacional.

Como chegar?



Por. Lucas Nascimento | São Paulo (SP)
compartilheisso@outlook.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.