#Conheça: Dmoraes, cantor paulistano que lança álbum “Depois do Fim do Mundo”

Após passar quase três anos produzindo e compondo o que seria seu primeiro álbum de estúdio, Dmoraes, nome artístico de Douglas Campos, 38, precisou se reinventar. No ano mais desafiador dos últimos tempos, o cantor viu seu trabalho ir por água abaixo por conta da pandemia de Covid-19. Mas o artista fez do limão, uma limonada e lança neste final de ano o álbum “Depois do Fim do Mundo”

Dmoraes conta que após os primeiros 35 dias em casa, entrou numa “bad”. “Entrei em crise porque tive shows cancelados, gravações de clipes inviabilizados e um projeto engavetado no momento da decolagem”, explica.

Ele tirou força deste momento de adversidade e em pouco tempo começou a colocar suas angústias, dúvidas e esperanças no papel. Ao final de alguns meses, havia criado o material para o “Depois do Fim do Mundo” com diversas canções que abordam – não necessariamente de forma direta – o que viveu, recordou e imaginou para o futuro durante todo esse período. 

O álbum foi produzido por Bruno Werner, com músicos gravando em respeito às medidas de distanciamento, cada um de sua casa, em São Paulo e no Rio. Os vocais foram gravados na Space Blues, de Alexandre Fontanetti, com uma equipe mínima. 

A masterização foi feita por André Dias, vencedor do Grammy’s, no Rio de Janeiro . O projeto, como um todo, foi uma verdadeira aventura na quarentena. “Música é uma atividade essencialmente coletiva. É muito difícil fazer música com distanciamento. Por outro lado, foi muito empolgante viver esse projeto nesse momento tão difícil”, explica Dmoraes. “A grande questão a ser respondida é: o que vamos fazer depois desse fim do mundo? Não tenho a pretensão ingênua de dar essa resposta, mas cada um terá de fazer e responder por si mesmo”, resume. 

Ouça “Depois do Fim do Mundo” no Spotify:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *