Badoo lança nova campanha para promover “Conexões Sinceras”

Não é de hoje que as pessoas utilizam a tecnologia para se conectar e conhecer novas pessoas. Mas, com a facilidade dos milhares de modelos de smartphones que surgem todos os dias, as pessoas acabam deixando de ser quem elas são de verdade na busca por um mozão. É aí que entra a nova campanha “Conexões Sinceras” do Badoo que está sendo lançada nesta quarta, dia 12.

Mostrando a simplicidade da diversidade e a sinceridade nas relações, a campanha quer ajudar pessoas reais, a conhecerem outras pessoas reais através de seu serviço online, tanto no App quanto na versão Web.

“Sabemos que todos têm algo a oferecer e acreditamos que todas as pessoas merecem conexão. Nós queremos democratizar o mundo do encontro para todos. Em nosso aplicativo, 13 mil casais se conhecem por dia e queremos tornar isso algo muito mais natural do que decepcionante”, diz Dominic Gallello, CMO do Badoo.

Uma pesquisa do CONECTAí Express revelou que, no Brasil, um a cada cinco usuários tem um app de relacionamentos instalado em seus dispositivos. Significa que, ao menos, 20% dos internautas brasileiros buscam a tecnologia para conhecer pessoas, fazer amizades ou buscar encontros.

Um outro estudo publicado pela American Psychological Association aponta que pessoas que usam aplicativos e sites de relacionamentos tendem a ter mais baixa autoestima do que as que não fazem parte destas comunidades e o Badoo quer mudar essa realidade por meio do novo posicionamento de marca.

“Queremos criar um mundo onde as pessoas se sintam livres para serem quem elas são e se relacionarem com quem quiserem, sem pressão e com muita empatia”, afirma Gallello.

A campanha

A campanha começou a ser veiculada hoje na internet e nas estações da Linha 4 – Amarela e Linha 5 – Lilás, do Metrô de São Paulo. Na web, a drag queen cantora Aretuza Lovi é o rosto oficial deste projeto que exalta a diversidade.

“Gosto muito de conhecer e me conectar com pessoas. Acho a campanha de extrema importância porque vivemos em um mundo tão fake, e instruir que devemos ser realmente que somos na vida real é necessário”, comenta a cantora.

Aretuza analisa que na sociedade em que vivemos, falta sinceridade e sobra segregação. Para ela, você só é aceito quando se está dentro de um padrão. “As pessoas passam a viver quem elas não são, para tentar agradar aos outros e esquecem de si mesmas”, fala.

A drag tem um perfil ativo no Badoo e ainda convida quem a encontrar a conectar com ela através da rede social, quem sabe não rola um Lovi, não é mesmo?

“Muitas Drags tem dificuldade de encontrar um relacionamento, o preconceito existe, quero que as pessoas passem a conhecer quem está por trás dos artistas, conhecer sua vida, suas duas histórias”, revela. 

Nesta transição, o logo do Badoo também passou por uma transformação. Antes, um coração tradicional aparecia ao lado do nome da rede social e, para Dominic, isso representa “um modelo ultrapassado de amor tradicional”.

Agora, ao pensar na melhor maneira de expressar o que é uma conexão sincera, o coração ganha um sorriso. “Para expressar o que significa a abertura e a sinceridade em uma relação moderna, simplesmente demos ao coração uma voz”, explica. 

Para Gallello, à medida que a tecnologia amadureceu, seu efeitos colaterais também vieram à tona. “Nós fomos ensinados que apenas aqueles mais atraentes, ambiciosos, ricos e influentes o suficiente podem encontrar conexão. Para o Badoo, isso é besteira, apoiamos a diversidade entre as pessoas”, finaliza.

O Badoo é o maior app de namoro e redes sociais do mundo, com mais de 430 milhões de usuários em todo o mundo, opera em 190 países e está disponível em 47 idiomas diferentes e está disponível nas principais lojas de aplicativos e na web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *