Eu me iludo, sim: seja pé no chão

Eu juro pra você que já perdi as contas de quantas vezes me decepcionei amorosamente e eu percebi que com o passar do tempo, isso vai nos deixando um pouco paranoicos. Por que? Simples!

Quando você se decepciona, por mais ruim que seja isso, você aprende alguma coisa e ao aprender alguma coisa, você cria o medo de errar novamente do mesmo jeito, isso faz criar a paranoia da perfeição que ninguém tem e é, com isso a gente acaba ajudando a fracassar outros possíveis relacionamentos.

Sim, não é porque alguém fez a gente de trouxa, que a culpa é totalmente da pessoa-sem-coração-que-magoou, às vezes, nós temos nosso dedinho nessas decepções também. Isso nos enlouquece com o passar do tempo, porque a pergunta ‘onde eu errei dessa vez?’ demora muito pra sair da cabeça. Eu sei.

Eu já contei que me boicotei muito nos relacionamentos que tive, e muitas das vezes, foi com o medo de me decepcionar, que acabei me decepcionando. Então, finalmente entendi que ser pé no chão é essencial pra tudo nessa vida.

Eu achava que era impossível não criar o monstro “expectativa”, e sendo naturalmente apegado como sou, era mesmo. Se alguém me cativasse, logo eu estaria imaginando um final de semana em Nova York , com meu lindo casamento, e a casa cheia de amigos e pessoas especiais ao nosso redor. Só que num belo dia eu parei de viajar na maionese, porque, na maioria das vezes, semanas depois eu estava chorando no ombro de alguma amiga imaginando como esquecer o desgraçado que quebrou meu coração, outra vez…

Ser pé no chão não é virar um louco coração de pedra, é entender de uma vez por todas que não importa o que aconteça, você vai curtir todos os momentos com alguém sem medo do que está por vir! Simples assim! Continuo imaginando a pessoa comigo em Nova York? Claro! Mas agora imagino também que se ela não estiver comigo, não sou eu que estou perdendo. Tanto faz.

Às vezes meu pé no chão me impede de me boicotar! Exemplo: irrita ver a pessoa online no WhatsApp enquanto me deixa horas no vácuo? Sem dúvidas, mas por que devo cobrar alguém de responder uma mensagem? Por que para nós se tornou tão importante o fato de manter alguém no radar 24h por dia? Somos uma geração amaldiçoada pelo mal da decepção, justamente porque a gente aprendeu que tudo deve ser do nosso jeito e a banda não toca desse jeito. Pé no chão, poxa.

Respira e pense um milhão de vezes antes de mandar aquela mensagem com alto teor irônico. Respire e pense um milhão e meio de vezes antes de mandar aquela mensagem cobrando atenção. Respira e pense dois milhões de vezes antes de mandar aquela mensagem que você sabe que não deve mandar, porque a gente sempre sabe quando não deve mandar. Respire e pense três milhões de vezes se vale a pena se boicotar!

Criar o hábito de ter o pé no chão é a receita pra curtir um relacionamento sem cobranças, sem discussões, sem papel de trouxa e sem decepções, sabe por que? Porque é bem difícil de se decepcionar com alguém de quem a gente não espera nada.  

Sua felicidade é obrigação sua e não de outra pessoa, então, meu amor, quem chegar na sua vida é pra somar, não te atrasar. Ter pé no chão é isso, gostar de alguém, dar chances a ela, mas nunca, jamais, em hipótese alguma esperar que ela devolva um sentimento, carinho, atenção e todo o resto na mesma intensidade.

Tem mais no meu livro ‘Eu me iludo, sim’ que você pode comprar agora na Livraria Saraiva clicando aqui. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *