Não mendigue amor

A pessoa te dá um beijo e já acha que é sua dona, como se tu fosse um cão, e ainda fica mandando shade nas redes sociais. Aquele clichê, pra variar: “Cansei de gente que chegou, fez uma bagunça e saiu fora”. Detalhe: só me viu duas vezes na vida. Sou um baita bagunceiro.
Entenda que eu, como qualquer outra pessoa nessa vida, não temos a obrigação de atender as expectativas de ninguém! É ai que está o erro. Eu faço e costumo agir como acho certo e se eu não quero namorar COM VOCÊ agora, com certeza, tem algum motivo específico que faça sentido na minha cabeça.
Eu não vou ficar com alguém porque ela é fofinha, faz tudo que eu quero e porque ela gosta de mim. Até porque essa pessoa é minha mãe e já mora comigo. Mas, tanta gente gosta ou já gostou, já pensou se eu fosse atender a expectativa de todas? Eu fico com quem me faz bem em todos os sentidos e após um ano solteiro, ainda não encontrei essa pessoa e, de verdade, não tenho pressa.
Não mendigue amor. Isso é o maior erro cometido na ansiedade de ter alguém. Se a pessoa não te quer, sai fora, não jogue indireta, não insista, foque em você, como eu foco em mim.
Egoísta? Não! Apenas encontrei meu amor próprio que estava perdido por aí em algum lugar e não quero mais largar.
É aquele ditado: vamo fazer o que?
Tem muito mais no meu livro #EuMeIludoSim que estará em breve nas melhores livrarias do nosso Brasil de meu Deus.
Siga-me no snapchat: lucasnascimentp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *