Conheça a verdade sobre a brincadeira “Charlie Charlie”

Após os vestido que muda de cor e o gato que está subindo ou descendo a escada, uma nova brincadeira dominou a linha do tempo nas redes sociais nesta terça (26). “Charlie Charlie” como é chamada, lembra bastante os tabuleiros Ouija, só que desta vez, para falar com o espírito “Charlie”. Muitos veem a brincadeira como mais uma bobeira da internet, outros acreditam, e outros ainda ignoram. Mas uma coisa é fato: vários vídeos estão circulando e uma galera anda desesperada. Confira a explicação de especialistas em sobrenatural para a brincadeira.

Brincadeira envolve espírito, lápis e papel com as palavras ‘sim’ e ‘não’.

“Charlie, Charlie é uma antiga brincadeira mexicana, um jogo tradicional e espiritual para contatar um fantasma chamado Charlie. O que algumas pessoas não sabem, é que não estão entrando em contato com um espírito que busca dar respostas aos participantes, e sim, com demônios severos. No início parecem amigáveis, mas elem têm planos bem sinistros. Se não souber como dar “adeus” ao Charlie, você pode experimentar situações paranormais como: ouvir vozes, ver coisas se movendo, ver vultos, ouvir risadas sinistras, e o que mais houver na atmosfera. Charlie não é amigo, é um demônio perigoso e poderoso. Para sair da brincadeira você deve dizer: “Charlie, Charlie can we stop?” (Charlie, Charlie nós podemos parar?). Quando o lápis se mover para um lado ou para o outro, jogue o lápis no chão e finalize dizendo “Good-Bye” (Adeus)”, explicou Luciene Aristimunho.

Nos vídeos postados com a hashtag #charliecharliechallenge, é possível assistir às pessoas perguntando se o fantasma Charlie está presente, e depois pedindo conselhos a ele.

>> Cansou de fazer papel de trouxa? Clique aqui e saiba como mudar essa situação! << 

O ritual envolve colocar dois lápis um em cima do outro em forma de cruz, e escrever as palavras “sim” e “não” nos quadrados formados por eles. O invocador deve então perguntar “Charlie Charlie, você está aí?”. Se um dos lápis se mover para a palavra “sim”, o espírito estará presente.

Confira o vídeo com a explicação completa para a brincadeira: 

Não é de agora que o sobrenatural chama a atenção das pessoas. Quem nunca participou da brincadeira do copo ou do compasso? Segundo o especialista em paranormalidade, Guaracy Santos, essas brincadeiras abrem seu coração para que espíritos malignos se instalem em sua vida, assim tornando-se casos possessão demoníaca. 

Diversos casos foram exibidos na Rede Record, no extinto programa 7 minutos, também apresentado por Guaracy. A jornalista Rafaella Rizzo conta [no vídeo abaixo] sua experiência no mundo paranormal e como se livrou da possessão e do medo que sentia. Segundo Guaracy, problemas espirituais são solucionados com a luz, basta você reconhecer que precisa de ajuda e, principalmente, não participar destas brincadeiras. 

Confira no vídeo abaixo e veja se é seguro invocar “Charlie”. 

Por. Lucas Nascimento – São Paulo (SP)
Conheça o jornalista clicando sobre o nome dele. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *