Marcelo Tas anuncia sua saída da bancada do CQC

Marcelo Tas, 54, anunciou na madrugada desta terça, dia 4, sua saída da bancada do “CQC” após sete anos de muito trabalho e dedicação.

Segundo o apresentador, a decisão foi tomada após uma reunião com a direção artística da Band.

Tas deve permanecer no programa até o fim desse ano. “Foi um árduo e longo processo para chegar até as profundezas do óbvio: há hora para tudo, inclusive para iniciar e encerrar uma jornada. Estou com o coração quente e a alma leve. Aquecido pela emoção porque o CQC significa muito para mim, não foi uma decisão fácil. De alma leve pelo sentimento de dever cumprido. Tenho a consciência de ter oferecido alguma contribuição para o projeto que revelou talentos e virou referência para o humor e o telejornalismo brasileiros”, escreveu.

A partir de 2015, ele deve se dedicar a um novo projeto na emissora. “Me sinto sortudo demais por conviver com gente tão talentosa com quem aprendi a reinventar a minha própria trajetória na TV. Quero abraçar e reconhecer a Band, que teve a ousadia de botar essa bagaça fumegante no ar e depois acolher minha decisão e propor novos horizontes”, afirmou.


Confira a carta do apresentador na íntegra: 
“Esta semana, completo sete anos no CQC. Cheguei à Band em Novembro de 2007 para ajudar a preparar a estreia do programa no Brasil para Março de 2008. Escrevo na madrugada de terça-feira. Acabo de chegar em casa, depois da transmissão ao vivo do programa. Hoje foi um dia e uma noite muito especiais. Tive uma conversa franca e tranquila com meus colegas e com a direção da Band. Desde o final do ano passado, estou amadurecendo uma decisão que divido agora com vocês: vou deixar o CQC no final do ano.

Foi um árduo e longo processo para chegar até as profundezas do óbvio: há hora para tudo, inclusive para iniciar e encerrar uma jornada. Estou com o coração quente e a alma leve. Aquecido pela emoção porque o CQC significa muito para mim, não foi uma decisão fácil. De alma leve pelo sentimento de dever cumprido. Tenho a consciência de ter oferecido alguma contribuição para o projeto que revelou talentos e virou referência para o humor e o telejornalismo brasileiros.

Me sinto sortudo demais por conviver com gente tão talentosa com quem aprendi a reinventar a minha própria trajetória na TV. Quero abraçar e reconhecer a Band, que teve a ousadia de botar essa bagaça fumegante no ar e depois acolher minha decisão e propor novos horizontes.

Envio minha imensa gratidão a você, telespectador e telespectadora da nova era da Comunicação, como a Carolina, da montagem acima, que me alimentam todos os dias com carinhos e puxões de orelha mega sinceros. A jornada ainda não acabou. Até o último programa do ano, estarei no CQC com todo o meu coração, alegria e penteado.

Ao infinito e além, turminha!”.

BAND

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *