Será que o casamento gay é mesmo um problema?


Casamento entre pessoas do mesmo sexo (comumente referido como casamento gay) é o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo biológico ou da mesma identidade de gênero. Os defensores do reconhecimento legal de casamento do mesmo sexo geralmente se referem ao seu reconhecimento como casamento igualitário.


Como controlar a atração ou o amor sentido por alguém que tem o mesmo sexo que você? E quando esse amor se torna como aquele natural (Homem e mulher) e eles querem levar isso adiante e chegam a decisão VAMOS CASAR! É ai que começam os panos pra manga. Muitos concordam, a maioria absoluta discorda (isso no Brasil). Porém uma única dúvida nos resta homossexuais podem se casar ou não? 

Antes da resposta vamos analisar a situação no Brasil. Segundo a enciclopédia mais acessada na internet a Wikipédia, “o reconhecimento do casamento entre pessoas do mesmo sexo no Brasil tem ocorrido desde 2011. As uniões do mesmo sexo agora utilizam-se das disposições de diversos princípios constitucionais e à ausência de legislação proibitiva no Brasil”. 

A coabitação brasileira (uniões não-registradas) é uma entidade real reconhecida juridicamente, que concede aos parceiros direitos e deveres semelhantes ao casamento, como o direito à adoção assim como todos os benefícios e regras do casamento, como pensões, herança fiscal, imposto de renda, segurança social, benefícios de saúde, imigração, propriedade conjunta, hospital e visitação na prisão, além de fertilização in vitro e barriga de aluguel. 

Em 2011, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que casais do mesmo sexo têm o direito legal a esses uniões e estabeleceu uma base jurídica para uma futura legislação sobre os direitos matrimoniais das uniões de mesmo sexo.

No dia 14 de maio de 2013 o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou uma resolução que obriga todos os cartórios do país a celebrar o ato de união civil, conhecidos também como casamento, entre pessoas do mesmo sexo. O presidente do CNJ afirmou que a resolução remove “obstáculos administrativos à efetivação”, da decisão do Supremo, em 2011.

Oficialmente no Brasil desde 14 de maio de 2013, homossexuais podem se casar, o que assusta e tanto a nossa sociedade atual ou pelo menos aqueles das antigas que acham que isso é uma anomalia da natureza, gente que investe contra o próprio corpo, e várias coisas mais. Agora o intrigante da situação é como viverão estes casais? Segundo o Censo de 2010, o Brasil tem cerca de 60 mil casais homossexuais registrados, o fato óbvio, estamos em 2014 e este número com certeza aumentou consideravelmente.

Todo ser humano tem sonhos, ideais, objetivos e seu rumo a seguir. Isso é fato. Ninguém é guiado por ninguém, podem ter ideais semelhantes, mas não são iguais, todos são diferentes. Agora se os homossexuais podem casar? Lógico que podem! Se casais hétero podem, por que gays (que pagam o mesmo tanto de impostos e tem os mesmos direitos e deveres de qualquer outro cidadão) não poderiam? O que impede um gay de amar da mesma forma que um hétero? Por que gays não podem ter a segurança que um casamento proporciona? 

A declaração universal dos direitos humanos em uma de suas cláusulas é clara em dizer que todo ser humano é igual e com direitos semelhantes. Então por que tanto alarde tentando impedir os homossexuais de se casar? O importante é a felicidade das pessoas. Tudo no limite do bom senso. Da mesma forma que não é agradável a ninguém ver um casal homossexual aos beijos na rua, também não é legal ver casais hétero fazendo o mesmo, diga-se de passagem.

Limite e bom senso permeiam a sociedade, o direito de um começa quando acaba o do outro. E assim sucessivamente. Mas vou finalizar com uma outra pergunta.

Se o casamento gay for proibido, isso vai proibi-los de ficarem juntos? Responda a si mesmo!

compartilheisso@outlook.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *