“Grandes” paulistas – Vexame no estadual

Após o final do campeonato brasileiro de 2013 ficou confirmado algo que não acontecia desde 1998, uma libertadores sem representantes paulistas. Surpreendente apenas “no papel”, pois quem assistiu o brasileirão de 2013 viu que nenhum deles realmente mereceu participar do torneio continental. No começo do ano o discurso das 4 equipes era o foco total no paulistão. O Corinthians com técnico novo para fazer a reformulação do elenco campeão do mundo, o São Paulo com o Muricy tendo a pré temporada para arrumar o time, o Palmeiras chegando como campeão da Série B e com esperanças de título no seu centenário e o Santos com Oswaldo de Oliveira e Leandro Damião como respostas da diretoria pela pressão da torcida. Expectativas altas para todos eles, mas o resultado foi decepcionante. 

O alvinegro, com um time totalmente perdido em campo na primeira metade do campeonato, não passou da primeira fase. O tricolor, irregular na fase de grupos, ficou nas quartas de final e o alviverde, voando na primeira fase e totalmente confiante no título, parou na semifinal. Nenhum dos três clubes da capital chegou na decisão do campeonato. Seria muito mais vergonhoso se o Santos, que não faz parte do famoso trio de ferro (Corinthians, Palmeiras e São Paulo), também ficasse de fora da final, o que quase aconteceu na vitória suada contra o Penapolense. Mas parece que o alvinegro praiano estava se sentindo sozinho sem passar vergonha. O primeiro jogo da final foi dia 06/04/2014, domingo passado. E o Santos conseguiu se juntar ao “trio de ferro”. Perdeu o jogo por 1×0 para o Ituano, que tirou a vaga do Corinthians na primeira fase e eliminou o Palmeiras na semifinal. A diferença é que a equipe da Vila Belmiro ainda tem a chance de se recuperar no próximo domingo.

O “trio de ferro” já disse estar com foco no Brasileirão e prometendo fazer uma boa campanha, do mesmo jeito que disse que faria no Paulistão. Parece estar indo para o mesmo caminho. São paulinos demonstrando confiança no tempo que Muricy teve para arrumar o time, o Corinthians continua renovando seu elenco e o Palmeiras confiante que não passará o ano de seu centenário sem títulos. Será que mudou alguma coisa? Ou veremos a mesma coisa acontecer durante o campeonato brasileiro? Vamos ver o que os “deuses do futebol” estão reservando para os quatro grandes paulistas para o resto do ano.

Por. Pedro Miranda.
compartilheisso@outlook.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *