Musculação: Necessidade ou exibicionismo?

Por. Matheus Motta
compartilheisso@outlook.com


Como já sabemos, o mundo é altamente influenciado. Além do mais, a influências que ele recebe geram hábitos e costumes, o qual são reconhecidas e nomeadas como ‘modinhas’. Seja um corte de cabelo, uma calça cortada de jeito diferente, uma música marcante de alguma novela…Tudo, tudo é perfeitamente capaz de influenciar as camadas sociais existentes, no qual uma das famosas modinhas e que atualmente estão nos rankings é a musculação. 

Nessa atividade há várias contribuições, como a prevenção de doenças (artrose, diabetes, hipertensão, osteoporose), melhora o bem-estar, auxilia nas relações interpessoais (auto estima), etc. Porém, a maior parte das pessoas não conseguem mais enxergar a musculação como algo benéfico e sim, para mostrar seus corpos ‘atléticos’ afim de chamar atenção e atrair pessoas ao seu redor. 

 Hoje em dia, exibir seus corpos está mais em conta do que exibir a inteligência. Não faço apologia a musculação, pois como já introduzi, a musculação tem um benefício enorme. Mas questiono-me sobre o porquê das pessoas se importarem tanto com o exterior, se o interior é o que realmente importa. 

Mais vale 1000 palavras cordiais, inteligentes e produtivas, do que 5 horas em uma academia tentando preencher o ego e chamar atenção dos outros. Um homem não deve achar que a roupa ou traje o fará melhor. De que adianta a embalagem estar intacta se o conteúdo está em falta? Mais que exercitar os músculos, exercite também a sua mente. Estudar, ler livros, se aprofundar em conhecimentos importantes fará de você um homem melhor. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *